quarta-feira, 7 de setembro de 2011


A espantosa realidade das coisas é a minha descoberta de todos os dias. Cada coisa é o que é. E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra, e quanto isso me basta. Basta existir para se ser completo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário