quinta-feira, 1 de setembro de 2011



Desisti de gritar, de pedir ajuda, de chamar por você. Você nunca ouve, ou não quer ouvir

Nenhum comentário:

Postar um comentário