sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Sentimentos não morrem facilmente, porque nós continuamos alimentando-os com memórias. Essa é a razão pela qual é difícil seguir em frente.
Às vezes sinto como se cada momento em minha vida tivesse uma trilha sonora, como em um filme. Elas simplesmente vêem a minha cabeça.
O amor é como a gasolina da vida. Custa caro, acaba rápido e pode ser substituída pelo álcool.

O bom não é ser importante, o importante é ser bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário